O QUE DISTINGUE O DESENVOLVIMENTO DO ATRASO?

É através do conhecimento que se combate o atraso, a pobreza e as desigualdades. E que se promove a igualdade de acesso a oportunidades ao longo da vida.

Tudo se aprende. Aprendemos conhecimentos variados na escola e em outros locais: ler e escrever, jogar à bola, correr, fazer contas, brincar, cozinhar, costurar, pintar, dançar, tocar piano ou violino, cantar, programar, fazer experiências, observar com lupa e microscópio, conduzir, etc. Aprendemos a viver juntos e a viver com os outros, aprendemos a ser pessoas responsáveis, aprendemos a fazer escolhas e a intervir na sociedade.

Quanto mais sabemos, mais coisas somos capazes de aprender e de fazer. Mais competências temos.

Tens dúvidas?

O QUE SE ESPERA DE UM ADULTO EM 2030?

Imaginas o que se espera de um adulto em 2030?

Estamos em 2017 e pouco se sabe sobre o futuro. Mas sabemos que, nos últimos anos, o mundo mudou muito. E sabemos, também, que quem aproveitou as oportunidades que a escola lhe deu, fazendo as aprendizagens todas desde o 1º ciclo - saber e saber fazer, respeitar e intervir - não teve problemas de aprendizagem ao longo da vida.

Também sabemos que o mundo está em constante mudança: que a tecnologia avança a cada dia que passa, que são descobertas causas de doenças e novas forma de as tratar, que cada vez se conhece melhor a profundidade dos oceanos, as potencialidades do cérebro humano, os efeitos prejudicais ao ambiente e à saúde de produtos que usamos há anos (plásticos, pesticidas e outros químicos) e as alterações que o planeta Terra está a sofrer devido a decisões que, ao longo de décadas, não respeitaram o ambiente e os seres vivos.


ENSINO OBRIGATÓRIO ATÉ AO 12º ANO

ENSINO OBRIGATÓRIO ATÉ AO 12º ANO
No 12º ano, à Saída da Escolaridade Obrigatória, terás de garantir aprendizagens - saber e saber fazer, respeitar e intervir - que te permitam trabalhar em Portugal ou noutro país, tomar decisões e participar na sociedade de modo responsável. Um verdadeiro cidadão! Compreendes, agora, por que motivo são tão importantes as aprendizagens desde o 1º ciclo? Porque te permitem fazer novas aprendizagens nos ciclos seguinte e, no 12º ano, quando terminares o ensino obrigatório, terás garantido o Perfil do Aluno.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

DO AFEGANISTÃO À GRÉCIA: porquê? como? para quê?

Nem todos os países do mundo reconhecem os Direitos Humanos e os Direitos da Criança.
Nem todos os países vivem em Paz!
Nem toda  a gente sabe como é viver num país onde há Ditadura!
Nem todos percebem a importância da Democracia!
Observa as imagens:
- meninas e mulheres no Afeganistão; riscos a que estão sujeitas;

Quando há guerra e violência, as pessoas fogem. 
Porquê? Como? Para onde?
São muitos os refugiados que chegam à Europa, através do Mediterrâneo, vêm da Síria, Afeganistão e Eritreia. Fogem da guerra, do terrorismo, da violência, de torturas, de abusos, da fome e da doença que está associada à falta de condições de vida... porque não têm Direitos Humanos.
Grande parte desses povos entram, na Europa, através da Grécia, que fica mais perto do país onde nasceram e de onde fugiram. 
Sabes quais são os limites da Europa?
Observa o planisfério. Encontras o Afeganistão, a Síria e a Eritreia?
A que distância ficam da Grécia?

Observa o mapa com os dados relativos a refugiados em 2015. Quais são os países de onde fugia mais gente? Para onde vão?

Retirado aqui
Como achas que os refugiados chegam de um país tão distante, até à Grécia? Qual  será o meio de transporte? A pé? De barco? De autocarro? De bicicleta? De avião? Quanto tempo demoram a chegar a Grécia? O que levam com eles, roupa, comida, brinquedos, comida, telemóvel,...?


Por que razão vão para tão longe, se podem fugir para países que ficam mais perto?

Para saber mais:



REFUGIADOS - Tendências Globais ACNUR 2015



Só foge do seu país quem está me risco de vida. E, nestes casos, não é por falta de trabalho.
Retirado aqui



Queres saber mais?
Fugir do seu país
Um problema para todos os povos. Em especial para os refugiados e para a Grécia.

PERFIL DOS ALUNOS À SAÍDA DA ESCOLARIDADE OBRIGATÓRIA

O que distingue o desenvolvimento do atraso é a aprendizagem. Tudo se aprende na vida e ao longo da vida:  aprendemos conhecimentos varia...