O QUE DISTINGUE O DESENVOLVIMENTO DO ATRASO?

É através do conhecimento que se combate o atraso, a pobreza e as desigualdades. E que se promove a igualdade de acesso a oportunidades ao longo da vida.

Tudo se aprende. Aprendemos conhecimentos variados na escola e em outros locais: ler e escrever, jogar à bola, correr, fazer contas, brincar, cozinhar, costurar, pintar, dançar, tocar piano ou violino, cantar, programar, fazer experiências, observar com lupa e microscópio, conduzir, etc. Aprendemos a viver juntos e a viver com os outros, aprendemos a ser pessoas responsáveis, aprendemos a fazer escolhas e a intervir na sociedade.

Quanto mais sabemos, mais coisas somos capazes de aprender e de fazer. Mais competências temos.

Tens dúvidas?

O QUE SE ESPERA DE UM ADULTO EM 2030?

Imaginas o que se espera de um adulto em 2030?

Estamos em 2017 e pouco se sabe sobre o futuro. Mas sabemos que, nos últimos anos, o mundo mudou muito. E sabemos, também, que quem aproveitou as oportunidades que a escola lhe deu, fazendo as aprendizagens todas desde o 1º ciclo - saber e saber fazer, respeitar e intervir - não teve problemas de aprendizagem ao longo da vida.

Também sabemos que o mundo está em constante mudança: que a tecnologia avança a cada dia que passa, que são descobertas causas de doenças e novas forma de as tratar, que cada vez se conhece melhor a profundidade dos oceanos, as potencialidades do cérebro humano, os efeitos prejudicais ao ambiente e à saúde de produtos que usamos há anos (plásticos, pesticidas e outros químicos) e as alterações que o planeta Terra está a sofrer devido a decisões que, ao longo de décadas, não respeitaram o ambiente e os seres vivos.


ENSINO OBRIGATÓRIO ATÉ AO 12º ANO

ENSINO OBRIGATÓRIO ATÉ AO 12º ANO
No 12º ano, à Saída da Escolaridade Obrigatória, terás de garantir aprendizagens - saber e saber fazer, respeitar e intervir - que te permitam trabalhar em Portugal ou noutro país, tomar decisões e participar na sociedade de modo responsável. Um verdadeiro cidadão! Compreendes, agora, por que motivo são tão importantes as aprendizagens desde o 1º ciclo? Porque te permitem fazer novas aprendizagens nos ciclos seguinte e, no 12º ano, quando terminares o ensino obrigatório, terás garantido o Perfil do Aluno.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

DIREITOS DAS CRIANÇAS


20 de Novembro é o Dia Internacional dos Direitos da Criança.
Sabes por que motivo?
Porque foi no dia 20 de novembro de 1989, que a Assembleia Nacional das Nações Unidas aprovou a Convenção sobre os Direitos da Criança. Esta convenção reconhece os Direitos Humanos de cada menino ou menina (rapaz ou rapariga até aos 18 anos), em qualquer país do mundo. Portugal assinou e comprometeu-se a cumprir e fazer cumprir a Convenção dos Direitos da Criança, em 21 de setembro de 1990.
Mas será que todos os países do mundo cumprem os Direitos da Criança?


Antes de 1989, as crianças tinham Direitos?

Nos países desenvolvidos, que respeitam os Direitos Humanos, as crianças têm Direitos e Deveres.
Têm Direitos especiais por serem crianças e porque têm, ainda, um percurso de aprendizagem até à idade adulta (que continua ao longo da vida). Mas têm responsabilidades em relação a outras criança e a adultos, a que se chama Deveres, pois, em Democracia, os nossos Direitos terminam quando não estamos a respeitar os DIREITOS das outras PESSOAS.
Sim, porque os OUTROS também têm DIREITOS!
A Polícia e os Tribunais atuam quando alguém não cumpre os DEVERES e coloca em risco os DIREITOS dos OUTROS ou do interesse público (materiais da escola, ruas, jardins, árvores,   floresta, animais selvagens, rios, ar que respiramos, oceano, etc.).
Para saberes mais sobre os Direitos da Criança, tão importantes para ti, no presente e no futuro, consulta a informação da UNICEF e o cartaz CONHECE OS TEUS DIREITOS


Retirado aqui 
Agora, que já conheces os Direitos das Crianças, vais descobrir se todas as crianças, em todos os países do mundo, têm os seus direitos garantidos:
- DIREITO À EDUCAÇÃO
- A CAMINHO DA ESCOLA
- A CAMINHO DA ESCOLA PELO MUNDO
- TRABALHO INFANTIL

Em Portugal, é o Estatuto do Aluno que define os Direitos e Deveres dos alunos

Quem não os cumpre está sujeito a medidas corretivas, para corrigir atitudes que colocam em risco os DIREITOS DOS OUTROS. E, quando um aluno apresenta atitudes MUITO INCORRETAS, que colocam em alto risco a sua EDUCAÇÃO e os DIREITOS DOS OUTROS À EDUCAÇÃO (à aprendizagem), À SEGURANÇA E ao BEM ESTAR, então está sujeito a medidas sancionatórias.
Consulta a Lei do Estatuto do Aluno e Ética Escolar para saberes:
  •  os teus Direitos como aluno - artº 6º, 7º, 8º e 9º
  • os teus Deveres como aluno - artº 10º
  • dever de assiduidade (não faltar às aulas) - artº 13º
  • medidas disciplinares - artº 24º e 25º
  • medidas corretivas - artº 26º e 27º
  • medidas sancionatórias - artº 28º
E, se algum colega te causa problemas que prejudicam a tua aprendizagem em sala de auladiz coisas sobre ti que te ofendem ou te magoa fisicamente, então deves pedir ajuda imediata:
- ao professor da disciplina (se for em sala de aula)
- ao/à Diretor/a de Turma ou a um professor ou assistente operacional (se for nos intervalos);
Também podes pedir ajuda ao/à professor/a Coordenadora da Escola (que está na tua escola) ou ao Diretor/Diretora. 
Não escondas o mal que te fazem! Não deixem que alguém ponha em risco os teus DIREITOS!

Para saber mais:
- sobre as Nações Unidas
- como atua a ONU (Organização das Nações Unidas))

Sem comentários:

Publicar um comentário

PERFIL DOS ALUNOS À SAÍDA DA ESCOLARIDADE OBRIGATÓRIA

O que distingue o desenvolvimento do atraso é a aprendizagem. Tudo se aprende na vida e ao longo da vida:  aprendemos conhecimentos varia...